Nucria cumpre mandados de busca e apreensão em investigação de estupro de vulnerável

Segundo as informações da Polícia Civil, crimes foram cometidos com uso de ‘boa noite, Cinderela’. Ordens judiciais foram cumpridas em Londrina e Rolândia

O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítima de Crimes (Nucria) de Londrina, no norte do Paraná, cumpriu nesta sexta-feira (12) seis mandados de busca e apreensão em uma investigação que apura o estupro de vulnerável com uso do coquetel conhecido como ‘boa noite, Cinderela’.

Cinco ordens judiciais foram cumpridas em Londrina e uma em Rolândia, na mesma região do estado. Um dos mandados foi em um condomínio de luxo, de acordo com a Polícia Civil.

Foram apreendidos medicamentos, a princípio sem receita, e telefones celulares que serão enviados para análise. Uma arma de fogo com o registro vencido também foi apreendida.

Segundo a delegada Lívia Pini, responsável pelo Nucria, as investigações começaram a cerca de um ano.

“É muito importante a divulgação da operação, principalmente para alertar as pessoas sobre os riscos desse coquetel”, disse a delegada.

O estupro de vulnerável, ocorre quando a vítima do abuso tem menos de 14 anos. O crime é considerado hediondo e tem pena que varia de 8 a 15 anos de reclusão.