Faixas em defesa do prefeito causam polêmica

Após o radialista Guilherme Spanguemberg questionar a legalidade destas faixas em seu programa nas Rádios Líder FM e Cultura AM diversas pessoas ligaram fazendo críticas às faixas.

O código de postura do município proíbe a colocação de faixas em espaços públicos e o pedido do radialista era para que a prefeitura tomasse providências quanto a retirada do material.

O assessor de imprensa da prefeitura, Rogério Fischer, assim como a chefe de gabinete, Maria Luiza Muller, ligaram no programa AO VIVO e garantiram que a prefeitura não tinha responsabilidade pela colocação das faixas.

Apesar das negativas do executivo em assumir a autoria das faixas é possível encontrar no portal da transparência duas notas fiscais com o serviço de impressão de 6 faixas cada uma. Segundo Maria Luiza a empresa que imprimiu o material garante que não se trata das mesmas faixas.

Em uma das notas está descrito o serviço de seis faixas para o aniversário da cidade e na segunda nota apenas a confecção de mais seis faixas. Nos dois documentos constam o tamanho das faixas, 3 x 0,7 metros que coincidentemente é o mesmo formato que as polêmicas faixas colocadas nas áreas públicas.

No site da prefeitura, em matéria que mostra o retorno de Johnny Lehmann ao cargo por força de liminar no Tribunal Superior Eleitoral, constam fotos de vários servidores e cargos comissionados de Lehmann com faixas idênticas às que apareceram afixadas na cidade. Em uma das fotos está inclusive a chefe de gabinete que garantiu que a prefeitura não tinha conhecimento das faixas.

Se comprovado a utilização de recursos públicos em defesa pessoal da figura do prefeito cassado Johnny Lehmann poderá ser configurado improbidade administrativa, passível de nosso processo de cassação. Após a denúncia do radialista as faixas foram retiradas.

A assessoria de imprensa da prefeitura confirma que as duas notas fiscais no valor de R$ 90,00 cada são referentes a serviços solicitados pela Secretaria de Cultura à Invent Arte e Propaganda Ltda. Estas faixas foram confeccionadas em alusão ao aniversário de 71 anos de emancipação política do município, afirma e-mail enviado pela assessoria.

O executivo garante que não autorizou nem realizou a colocação das referidas faixas, mas confirma que fez retirada das faixas.

Manchete do Povo