CEF retoma crédito bloqueado do Minha Casa Minha Vida

Os rolandenses passaram quase dois meses com dificuldades para conseguir crédito do programa Minha Casa Minha Vida, que estava bloqueado na agência da Caixa Econômica Federal de Rolândia. O bloqueio aconteceu porque um grande número de rolandenses ficou inadimplente com a responsabilidade financeira prevista em contrato, mas já foi solucionado.

Foram quase 150 contratos que ficaram parados devido à situação. “Rolândia chegou a um nível de inadimplência muito alto e a Superintendência da Caixa em Brasília, determinou que fossem suspensos todos os contratos de Rolândia até que abaixasse a inadimplência”, explicou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD). Frente a essa situação, o deputado participou de uma reunião com construtores na Superintendência de Londrina, mas não conseguiu boas notícias sobre a previsão de liberação do crédito.

Através da Assembleia Legislativa do Paraná, foi feito contato com a Superintendência de Brasília, pedindo a retomada do crédito para os rolandenses, para evitar maiores prejuízos à economia da cidade, que tem aproximadamente 40 construtores que devem gerar cerca de três mil empregos. “Foi uma negociação complicada, estivemos reunidos com a Caixa em várias reuniões explicando a necessidade de voltar a linha de crédito”, acrescentou o deputado.

A Caixa se comprometeu a liberar crédito gradativamente para os novos contratos da cidade e os 150 contratos que estavam parados já poderão ser retomados. “Aqueles que pagam corretamente não podem ser culpados por aqueles que estão pagando. Precisamos fazer uma campanha na cidade e conscientizar essas pessoas inadimplentes de que isso pode gerar um prejuízo muito grande para todos, para que eles procurem regularizar”, afirmou Cobra.